corona crise

Selecione a página

Novo Coronovírus faz redações mudar forma de trabalha

Novo Coronovírus faz redações mudar forma de trabalha

Fonte: https://knightcenter.utexas.edu/

Enquanto o novo coronavírus avança sobre a América Latina, órgãos de imprensa do continente também se adaptaram e mudaram hábitos. Já é comum nas grandes emissoras de TV brasileiras assistirmos os analistas fazendo seus comentários de casa, usando as ferramentas de vídeo.

O Congresso em Foco, site especializado em cobertura política, está com toda sua equipe trabalhando remotamente.

“Desde quinta-feira [12 de março], saímos do Congresso e, não voltamos mais, nem vamos voltar até passar o risco. A gente tem um acesso bom aos políticos, às fontes que a gente precisa, que são os parlamentares e seus assessores. (…) O Congresso representa um risco muito grande. Os parlamentares viajam muito, abraçam, beijam, pegam [crianças] no colo. É uma atividade de contato com o público,” disse ao Centro Knight, da Universidade do Texas, Sylvio Costa, fundador e editor-chefe do site.

Na Argentina, todos os veículos do grupo Cimeco iniciaram nesta semana a testar um modelo de trabalho remoto em suas redações. A empresa edita os jornais La Voz del Interior (Córdoba), Los Andes (Mendoza), a revista Rumbos e o portal Vía País.

Despesas

No entanto, há o evidente aumento de despesas dos profissionais que passam a usar seus próprios telefones celulares e conexão à internet.

No site La Voz de Guanacaste, da Costa Rica, toda a equipe de nove pessoas trabalha e envia material de casa.

Os jornalistas, ao trabalharem de casa, estão usando seus próprios telefones celulares e conexão à Internet, o que representa uma nova despesa que o La Voz vai cobrir e que não está dentro do nosso orçamento.,” disse ela ao Centro Knight.

Enquanto o novo coronavírus avança sobre a América Latina, órgãos de imprensa do continente também se adaptaram e mudaram hábitos. Já é comum nas grandes emissoras de TV brasileiras assistirmos os analistas fazendo seus comentários de casa, usando as ferramentas de vídeo.

O Congresso em Foco, site especializado em cobertura política, está com toda sua equipe trabalhando remotamente.

“Desde quinta-feira [12 de março], saímos do Congresso e, não voltamos mais, nem vamos voltar até passar o risco. A gente tem um acesso bom aos políticos, às fontes que a gente precisa, que são os parlamentares e seus assessores. (…) O Congresso representa um risco muito grande. Os parlamentares viajam muito, abraçam, beijam, pegam [crianças] no colo. É uma atividade de contato com o público,” disse ao Centro Knight, da Universidade do Texas, Sylvio Costa, fundador e editor-chefe do site.

Na Argentina, todos os veículos do grupo Cimeco iniciaram nesta semana a testar um modelo de trabalho remoto em suas redações. A empresa edita os jornais La Voz del Interior (Córdoba), Los Andes (Mendoza), a revista Rumbos e o portal Vía País.

Despesas

No entanto, há o evidente aumento de despesas dos profissionais que passam a usar seus próprios telefones celulares e conexão à internet.

No site La Voz de Guanacaste, da Costa Rica, toda a equipe de nove pessoas trabalha e envia material de casa.

Os jornalistas, ao trabalharem de casa, estão usando seus próprios telefones celulares e conexão à Internet, o que representa uma nova despesa que o La Voz vai cobrir e que não está dentro do nosso orçamento.,” disse ela ao Centro Knight.

Enquanto o novo coronavírus avança sobre a América Latina, órgãos de imprensa do continente também se adaptaram e mudaram hábitos. Já é comum nas grandes emissoras de TV brasileiras assistirmos os analistas fazendo seus comentários de casa, usando as ferramentas de vídeo.

O Congresso em Foco, site especializado em cobertura política, está com toda sua equipe trabalhando remotamente.

“Desde quinta-feira [12 de março], saímos do Congresso e, não voltamos mais, nem vamos voltar até passar o risco. A gente tem um acesso bom aos políticos, às fontes que a gente precisa, que são os parlamentares e seus assessores. (…) O Congresso representa um risco muito grande. Os parlamentares viajam muito, abraçam, beijam, pegam [crianças] no colo. É uma atividade de contato com o público,” disse ao Centro Knight, da Universidade do Texas, Sylvio Costa, fundador e editor-chefe do site.

Na Argentina, todos os veículos do grupo Cimeco iniciaram nesta semana a testar um modelo de trabalho remoto em suas redações. A empresa edita os jornais La Voz del Interior (Córdoba), Los Andes (Mendoza), a revista Rumbos e o portal Vía País.

Despesas

No entanto, há o evidente aumento de despesas dos profissionais que passam a usar seus próprios telefones celulares e conexão à internet.

No site La Voz de Guanacaste, da Costa Rica, toda a equipe de nove pessoas trabalha e envia material de casa.

Os jornalistas, ao trabalharem de casa, estão usando seus próprios telefones celulares e conexão à Internet, o que representa uma nova despesa que o La Voz vai cobrir e que não está dentro do nosso orçamento.,” disse ela ao Centro Knight.

(*Com informações do Centro Knight, da The University at Austin)

Apoiase

Apoie nosso projeto

Acreditamos muito na colaboração como forma de mudança da sociedade. Ajude doando alguns reais por mês, qualquer valor já ajuda e demonstra que você acredita na ideia!

Contribuir agora

Unidade entrevista: 30 anos de ECA

CUFA e DATAFAVELA

Como o coronavírus está afetando a vida nas favelas
Relatório para Abril de 2020

Relatório CEPAL

Vídeos recentes

Carregando...

DOSSIÊ: ONDE ESTÁ A ESQUERDA NESTA CRISE?

Atravessar a quarentena

Atravessar a quarentena II